Citrix Synergy 2011 - TI para Negócios Skip to content

TI para Negócios

Como fazer a tecnologia trabalhar pelo seu sucesso e da sua empresa

Archive

Category: Citrix Synergy 2011

Citrix Sinergy 2011Você já imaginou o dia em que um computador pudesse rodar alguma coisa diferente de Windows, Linux ou… Macintosh? Pois é. Esse dia chegou. A Citrix e o Google anunciaram hoje o Google Chrome Book, um computador magrinho, levinho e que não esquenta quase nada e que está baseado no navegador de internet do Google, o Chrome.

A idéia é rodar aplicativos virtualmente, pela nuvem (de novo, Cloud Computing!), nesses computadores que apenas precisam de um browser (navegador de internet) para isso. A máquina utilizada na demonstração feita hoje no Citrix Sinergy 2011, em San Francisco, Califórnia, era da Samsung.

A demo foi realizada pelo presidente e CEO da Citrix, Mark Templeton, e pelo VP Global de Empresas do Google, Amit Singh.

Mac virtual

O executivo Gus Pinto, da Citrix, anunciou hoje a virtualização da plataforma Macintosh, da Apple. Antes disso, apenas o Windows podia rodar em um servidor e apenas ser acessado a distância, remotamente, por um terminal qualquer.

Agora, com esta solução, até os usuários de Mac poderão utilizar soluções virtualizadas, até mesmo em Cloud Computing, da Citrix.

Citrix Sinergy 2011Computação em Nuvem também pode representar uma oportunidade de abrir uma startup, uma nova empresa baseada em inovação. Foi o que disse o executivo Steve Shah, da Citrix.

Segundo ele, a companhia oferece ferramentas grátis que permitem a abertura de novas empresas, também no Brasil, que ofereçam soluções como serviço na rede. A Amazon, uma das maiores empresas a oferecer soluções em Cloud Computing no mundo, começou assim, com as soluções grátis da Citrix.

Ouça a entrevista – e aproveite a oportunidade de negócio:

Citrix Sinergy 2011Há um abismo entre o poder que a tecnologia dá para as pessoas atualmente e o que as empresas estão oferecendo no ambiente de trabalho. Esta é a opinião do presidente e CEO da Citrix Systems, Mark Templeton, compartilhada nesta quarta-feira (25/05/2011), no Sinergy 2011, evento que a empresa está realizando em San Francisco, Califórnia.

Com esta visão, a empresa está trabalhando o desenvolvimento dos seus sistemas em cima do conceito de três nuvens (cloud computing = computação em nuvem*): Personal Cloud, Private Cloud e Public Cloud.

A nuvem pessoal se refere principalmente ao que o mercado chama de consumerização. Ou seja, o uso de aparelhos digitais pessoais, como celulares, smartphones, tablets etc, no ambiente de trabalho.

Já a nuvem privada, se refere ao uso corporativo de sistemas virtualizados, especialidade da Citrix desde a sua origem, como desktops que rodam em servidores e não nas máquinas locais, economizando energia, recursos e dinheiro.

A nuvem pública representa tudo o que está fora do domínio físico da empresa ou dos dispositivos usados tanto dentro das companhias como os pessoais de cada colaborador ou funcionário.

A Citrix anunciou várias novas ferramentas para domar o Cloud Computing e torná-lo mais produtivo e lucrativo para as empresas de todos os portes. Algumas ferramentas já estão prontas, outras estão em fase final de desenvolvimento:

GoToMeeting, com qualidade de imagem HD:, promete telepresença com integração, naturalidade e simplicidade como pontos fortes.

GoToManage for iPad: ferramenta para suporte remoto que utiliza a plataforma Apple iPad; desenhada para profissionais de TI.

XenClient 2: oferece suporte para três vezes mais laptops do que a primeira versão e gráficos complexos que permitem rodar remotamente aplicativos avançados, como o Autodesk.

XenClient XT: criado para garantir várias camadas de segurança e de redes, com total isolamento e alta performance.

Citrix Receiver: distribui aplicativos de desktops e servidores para qualquer plataforma, como smartphones, tablets, notebooks e desktops.

NetScaler Cloud Gateway: interface única para simplificar o acesso aos recursos do Citrix Receiver, com single sign on*, e gestão de armazenamento de dados em todas as três nuvens.

NetScaler Cloud Bridge: entrega transparência, segurança e otimiza a conexão entre as nuvens privada e pública.

Project Olympus: promove o desenvolvimento de plataformas de Public Clouds, com base no OpenStack e XenServer, tanto para empresas como para provedores de soluções na nuvem.

Segundo Templeton, o que está em jogo é o amadurecimento do conceito de Total Cost of Ownership (TCO, custo total de propriedade*) para o que chamou de TVO ou Total Value of Ownership, pelo qual – com a nuvem – não há aquisição de produtos de TI, mas uso sob demanda com medição de resultados.

*Leia explicação completa no livro TI para Negócios.
Edson Perin viajou a San Francisco a convite da Citrix.