Skip to content

TI para Negócios

Como fazer a tecnologia trabalhar pelo seu sucesso e da sua empresa

Archive

Category: Tecnologia

A international venture builder brasileira-canadense Dream2B, em parceria com a Ydreams Global e o The Cube (epicentro de VR/AR/MR), está finalizando esta semana – até 24/03 – as inscrições do XR Canada International Acceleration Program, que é o primeiro programa de aceleração e internacionalização voltado para startups brasileiras de X-Reality (realidade virtual, aumentada e mista). No processo serão selecionadas até 8 startups que receberão – durante quatro semanas, com início em 07/05 – sessões de mentoria, workshop com empreendedores de Vancouver e contato direto com potenciais parceiros, clientes e investidores.
Segundo um estudo divulgado nesta semana pela Transparency Market Research, o mercado de realidade virtual global (VR) e a realidade aumentada (AR) deve crescer e alcançar os US $ 547,20 bilhões, em 2024. O lançamento do XR Canada International Acceleration Program ocorre em um momento em que a Realidade Virtual, Aumentada e Mista, conhecida como X-Reality, está ganhando cada vez mais aplicações práticas, mostrando-se um segmento muito promissor para quem iniciar em 2018.

A febre trazida por alguns jogos como Pokémon Go e o recente interesse da Apple, que adquiriu uma empresa especializada em óculos de realidade aumentada, estimularam a expansão para áreas como o varejo – para aumentar a produtividade e a fluidez do processo – e a educação – para trazer mais dinâmica e interatividade, engajar os alunos de forma lúdica e criativa, ampliar a cognição e facilitar o entendimento do assunto.

Regina Noppe, Co-founder e CEO da Dream2B, ressalta que é a primeira vez que ocorre um aporte dessa grandeza para o segmento de X-Reality no Brasil, incluindo todos os custos do programa, passagem e hospedagem. “Quem acompanhou o lançamento ao vivo do SXSW 2018 do hub XRBR de profissionais e empresas de Extended Reality do Brasil, na semana passada, conseguiu ter uma noção do momento de ascensão da X-Reality. E, para completar, nesta semana, ainda tivemos a venda da Decore – empresa de realidade aumentada – para a americana Creative Drive, por 100 milhões de dólares, sendo a segunda maior saída de uma startup brasileira, ficando atrás apenas da 99″, destaca Noppe.

A iniciativa conta ainda com o apoio de importantes entidades como a Câmara de Comércio Brasil-Canadá, o Consulado Brasileiro em Vancouver, o governo da Colúmbia Britânica, a BC Tech, a Associação VRAR de Vancouver, a Abragames, a Softex, a Startup Brasil e a Abstartups.

Evento: XR Canada International Acceleration Program

Data de inscrição: 01 a 24/03

Faça a sua inscrição: http://bit.ly/xrcan2018

A digitalização está transformando o papel do CIO de executivo de entrega para executivo de negócios. Os CIOs estão mudando de controlar custos para gerar receita e de coletar dados para explorá-los para melhores resultados de negócios. Os CIOs devem mudar a maneira como se comunicam com os líderes de negócios para esclarecer os melhores resultados de negócios que a TI cria.

O crescimento dos negócios impulsiona a agenda do CEO e a tecnologia impulsiona o crescimento dos negócios. 57% dos CEOs estão reinternalizando a TI para o digital, e os líderes de negócios dão mais ênfase à informação do que à tecnologia.

A Wolters Kluwer Health divulgou um estudo publicado em janeiro, no International Journal of Medical Informatic, que correlaciona diretamente o uso do recurso de suporte à decisão clínica UpToDate com a redução de erros médicos. Os profissionais da saúde do Tokyo Joto Hospital (um hospital comunitário em Tokyo, Japão) que utilizaram a ferramenta apresentaram uma taxa significativamente menor de erros de diagnósticos se comparado com o grupo que não fez o seu uso (2% versus 24%). Foi destaque ainda no estudo o impacto do recurso de suporte à decisão clínica da Wolters Kluwer na redução da variabilidade de cuidados, aumentando assim a segurança do paciente e melhorando a eficácia clínica da instituição japonesa.
No Brasil, cerca de 829 pessoas morrem diariamente em hospitais públicos e privados por falhas que poderiam ser evitadas, segundo o Anuário da Segurança Assistencial Hospitalar, desenvolvido pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar) em parceria com a Faculdade de Medicina da UFMG. O número equivale a três mortes a cada cinco minutos.
O estudo que demonstrou a redução de erros médicos no Japão
A pesquisa teve início em 2016, depois que pesquisadores do Johns Hopkins estimaram que os erros médicos ocupariam a terceira posição entre as principais causas de mortes nos Estados Unidos. Nela, a equipe dos Doutores Taro Shimizu, Takaaki Nemoto e Yasuharu Tokuda procurou avaliar como os sistemas baseados em computadores poderiam ajudar na prevenção e redução de erros de diagnósticos. Os profissionais conduziram o estudo no Tokyo Joto Hospital, um hospital comunitário em Tokyo, Japão.
“Erros de médicos são comuns. Um em cada 10 diagnósticos estão incorretos e uma entre cada três pessoas já vivenciou um erro de diagnóstico. Esse problema é responsável pela maior proporção de reclamações relacionadas à negligência e pelos maiores desembolsos nos Estados Unidos”, exemplifica Peter Bonis, MD, médico-chefe de efetividade clínica da Wolters Kluwer, que acrescenta: “O novo estudo demonstra que recursos baseados em evidência, como o UpToDate, podem fazer uma diferença substancial no processo do diagnóstico”.
A pesquisa “Efetividade de um sistema de suporte ao conhecimento clínico para reduzir erros de diagnóstico no atendimento ambulatorial do Japão: um estudo retrospectivo” foi publicado na Edição Janeiro de 2018 do International Journal Of Medical Informatics.